Mecanização e Automação, Qual a diferença?

A Dgrande pretende, através deste texto, apresentar sua visão sobre as diferenças entre a Mecanização e a Automação.

Sabemos que há uma certa confusão no mercado sobre estas duas palavras que parecem ter o mesmo significado, mas que, na verdade, tem conceitos completamente diferentes.

A mecanização implesmente se limita ao emprego de máquinas para executar alguma tarefa, substituindo ou minimizando qualquer esforço físico empregado. Já a automação industrial permite realizar algum trabalho de forma autônoma, através de máquinas e equipamentos controlados por sistemas eletroeletrônicos.

blank

MECANIZAÇÃO X AUTOMAÇÃO

Quando queremos diminuir custos e melhorar processos realizados por pessoas, nossa ideia é pensar em colocar uma máquina para fazer esse trabalho. Ao contrário do que se pensa, a automação considerada apenas com intuito de redução da mão-de-obra, não só não funciona como é uma forma bastante rápida de gastar dinheiro sem retorno.

A automação é um processo mais complexo que demanda inteligência, planejamento e um escopo bem pensado em termos de custo/benefício, uma vez que não é apenas colocar uma máquina na produção. É pensar o processo como um todo, abrangendo também elementos inteligentes, que possam ser interligados

A automação precisa de muito mais que uma máquina, ela precisa de vários elementos para funcionar de maneira inteligente a ponto de melhorar os processos de um jeito que não poderia ser feito por humanos. E ela vem crescendo cada dia mais, afinal, com tantas vantagens que a empresa ganha ao automatizar os processos.

Mas o que é a automação?
Automação depende de um sistema flexível e onde quanto mais flexível, teremos maior interação da automação tornando então mais inteligente e eficiente depende também de dispositivos elétricos, eletrônicos, mecânicos, hidráulicos e pneumáticos, que se responsabilizarão pelo desempenho do processo e identificando as peças, garantindo a continuidade do processo, realizando acionamentos e interagindo com softwares muitas vezes.

Se tivermos um sistema mecanizado e atribuirmos a estes sistemas de controle e inteligência teremos uma automação.

A automação fornece ao processo mais agilidade e qualidade, com maior produtividade e, principal, repetibilidade nos parâmetros dimensionais e temporais. A consequência é uma produção controlada e produtiva, trazendo mais lucratividade à empresa, além de inserir no sistema mais segurança e conforto para os colaboradores.

Enquanto a mecanização é simplesmente trocar a ação do homem por máquina, a automação cria um sistema inteligente onde máquinas e homens interagem constantemente, entregando um desempenho e uma qualidade superior.

Quando automatizar a produção?
A automatização, por demandar investimentos vultuosos, é uma proposta que deve ser muito bem pensada e planejada.

O passo inicial é estabelecer parâmetros e metas produtivas muito claras e tabular os resultados atuais para ver se o esforço na modernização será compensado a título de resultados muito superiores aos atuais.

Conforme já foi falado, a redução de mão-de-obra direta por causa da implementação de automação nos processos industriais é uma falácia. A medida que o ser humano deixa de fazer tarefas mecânicas, repetitivas, as próprias empresas estabelecem linhas de treinamento para que este colaborador passe a fazer tarefas mais inteligentes.

Para cada máquina CNC tem-se que ter um técnico programador, assim como para robô instalado em determinado processo, uma equipe de técnicos de manutenção, programação, projetos e operação é necessária, além de fundamental.

A automação de determinada atividade ou processo produtivo dever ser estudada quando a gestão industrial entender que atingiu a capacidade máxima de produção, limitada por efeitos humanos.

Benefícios da Automação Industrial:
Os benefícios da automação bem planejada são vários, sendo os principais:

1.      Aumento de produtividade
A automação transfere do homem para a máquina a responsabilidade de produzir bens, de forma contínua, sem os fatores humanos que limitam qualquer índice de produtividade.

Enquanto o ser humano depende de folgas, tem problemas de saúde ou outros, dissonantes da responsabilidade profissional, a máquina necessita apenas de um bom controle de manutenção.

2.      Melhoria de qualidade do produto final
A qualidade também sofre uma melhora considerável, uma vez que a automação moderna já considera a introdução de conceitos de IA – Inteligência Artificial, trazendo ao administrador do processo dados fidedignos quanto a desgastes e necessidade de trocas de ferramental desgastado.

3.      Redução de custos
A redução de custos se deve principalmente ao menor desperdício de material e a menor quantidade de mão de obra para produzir. Uma máquina apenas precisa de revisão periódica e energia elétrica para funcionar, seus gastos são pontuais e seu custo benefício promovido pela quantidade produzida e velocidade de produção ajuda na diminuição dos custos por produto.

4.      Segurança operacional
A automação possibilita um monitoramento, não só das operações como também do processo 24 horas por dia, 7 dias por semana, em qualquer complexo industrial. Ao se controlar fatores como velocidades, posicionamentos, temperaturas, pressão, entre outros, torna-se o sistema mais seguro, não só para os equipamentos, mas também para os colaboradores que interagem nestas áreas.

5. Competitividade
Estabelecer uma produção continuada, sem paradas, sem atrasos, e com parâmetros totalmente controlados gera um custo menor de manufatura e, por consequência, processos mais lucrativos, sendo que, a lucratividade é o caminho para se manter competitivo em um mercado cada vez mais agressivo.

6.      Capacidade de monitoramento, controle e auxilio na tomada de decisão.
Os inúmeros fatores que cercam a produção de um item sempre foram um obstáculo para que o ser humano tomasse decisões baseado em todos os fatos do processo. Atualmente, com a automação inteligente, pode-se fazer uma análise mais rápida e fidedigna do que está acontecendo no sistema produtivo e, por consequência, levar a decisões mais rápidas e acertadas.

Automação by Dgrande

A automação, por ser um processo de valor agregado, deve sempre ser feita contando com o que há de melhor no mercado, não só em termos de equipamento, mas principalmente em estrutura técnica e inteligência.

A Dgrande uniu estes dois elementos a sua conhecida capacidade de entendimento das dores dos clientes, para oferecer ao mercado soluções em automação, através de seu segmento de máquinas especiais.

A engenharia Dgrande já se acostumou a auxiliar seus parceiros em soluções bastante desafiadoras, seja quanto a projeto quanto ao nível de automação demandado pelo cliente.

Esta capacidade de análise e solução inteligente de problemas específicos tornou a Dgrande ser chamada a participar de projetos cada vez mais desafiadores em processos de grandes grupos empresariais como Schuler, Caterpillar, Mercedes Bens, entre outros.

A empresa ainda conta com outras linhas de produtos, mais voltados à mecanização, como por exemplo a de mesas elevatórias, esteiras, mesas posicionadoras de solda, entre outras.

Assim, com este portfólio de equipamentos customizados, a Dgrande é a melhor opção industrial que, em seus segmentos, pode resolver seus problemas de produção.

Venha conhecer mais sobre a Dgrande e sua capacidade de fornecer soluções a problemas desafiadores.

Contato: [email protected]